Segunda, 25 de Outubro de 2021 13:53
-
Piauí ALEPI

No início do ano, alguns piauienses têm um compromisso com o Estado: pagar o IPVA.

Agora, você já parou para pensar o que pode ser feito com os recursos do IPVA ? Vamos fazer essa reflexão junto com vocês.

09/09/2021 09h31 Atualizada há 1 mês
Por: Redação
No início do ano, alguns piauienses têm um compromisso com o Estado: pagar o IPVA.

Primeiramente, o IPVA não se vincula a determinadas despesas, ou seja, o valor arrecadado pode ser usado em conservação de ruas, estradas, pagamento de servidores públicos, investimentos etc.

Apesar de não ser vinculado, detectamos algo no mínimo curioso: quando comparamos a arrecadação do IPVA do Estado do Piauí com o custo anual da Assembleia Legislativa Estadual, o resultado é triste.

A questão é simples: tudo que pagamos de IPVA (é um imposto altíssimo) não dá nem para bancar o custo anual da nossa Assembleia Legislativa. E detalhe: em 2020, ano de pandemia, desemprego, crise mundial.

Ainda nesse sentido, se somarmos a arrecadação do ITCD, imposto estadual sobre heranças e doações, com a arrecadação do IPVA, ainda assim, não cobre o custo anual da ALEPI.

Esse número nos chama à atenção para algo importante: o cidadão deve participar do debate público sobre o orçamento.

Você está feliz em saber que o IPVA que pagamos não cobre as despesas anuais da ALEPI? Estamos pagando pouco IPVA ou a ALEPI está custando muito caro?

Parte desses recursos poderiam ser investidos em estradas, em obras que estão paralisadas por falta de recursos ou na melhoria dos hospitais estaduais?

Enquanto a Assembleia Legislativa consome mais do que o IPVA que pagamos anualmente, o Estado do Piauí segue na antepenúltima posição no ranking de desenvolvimento humano nacional.

Não vemos melhoria nos serviços públicos prestados pelo Estado, a pobreza aumenta e, em meio a isso tudo, temos que bancar uma Casa Legislativa que pesa demais no bolso do cidadão.

Trabalhe duro, cidadão piauiense. E pague seu IPVA sempre em dia. Está faltando IPVA para bancar a ALEPI.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias