Quinta, 24 de Junho de 2021 06:04
-
Blogs e Colunas Wallace Miranda

Ideia Liberal para Vacinação contra a Covid-19

O papel da iniciativa privada na vacinação contra o Covid-19

08/06/2021 18h26 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação
Ideia Liberal para Vacinação contra a Covid-19

 

Já atingimos a produção de 2 bilhões de vacinas no mundo e até o final do ano teremos vacinas para toda a população adulta do mundo. Países exemplares na vacinação, EUA e Israel já estão voltando ao “normal” após períodos intermitentes de lockdown e já começou o processo de doação de vacinas excedentes para países que necessitam de mais doses. Além disso, temos uma pandemia onde o vírus tem uma capacidade de mutação muito grande e elevadas taxas de letalidade e transmissibilidade, ou seja, toda ajuda que vier para impedir a infecção, impedir formas graves, será muito bem vinda.

A Câmara dos Deputados aprovou no dia 06 de abril o texto-base do Projeto de Lei 948/21, que permite à iniciativa privada comprar vacinas contra a Covid-19 para imunização gratuita dos seus empregados, desde que doe a mesma quantidade para o Sistema Único de Saúde (SUS). A compra pode ser feita de laboratório aprovado pela OMS, além dos aprovados pela ANVISA. Caso seja comprado de laboratório que já tenha contrato com o governo federal, só poderá receber após cumprimento integral do contrato com o Ministério da Saúde.

Sabendo que o governo já tem contrato fechado para vacinar toda a população brasileira até o final do ano e já vai começar a produzir o IFA 100% nacional pela Fiocruz já esse mês, qual seria o problema da iniciativa poder comprar vacina? Esse tema da aquisição da vacina pelo sistema privado ainda gera muito tabu, porém se não vai interferir na vacinação do SUS, podemos concluir que irá ajudar o sistema público, pois vai aliviar a fila do SUS e pode acelerar todo esse processo, podendo ajudar na imunização de rebanho, necessária para que possamos voltar ao nosso novo normal como os EUA já estão vivenciando.

Portanto, a venda para o setor privado não vai prejudicar a vacinação do SUS, na realidade, vai auxiliar e agilizar. O PL 948/21 deveria ser ampliado para liberação da venda da vacina pelo setor privado, onde cada um teria liberdade de escolher qual vacina deseja adquirir ou poderia aguardar a vacinação do SUS.

Os artigos de autoria dos colunistas não representam necessariamente a opinião do Custo Piauí.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias