Segunda, 25 de Outubro de 2021 13:25
-
Blogs e Colunas Impostos

O que pode ser feito com 128 milhões de reais em 4 meses?

Poderiam ser mantidos 427 leitos de UTI, adquiridos 32.000 computadores de altíssimo rendimento para melhorar o atendimento do DETRAN-PI, custeada metade da despesa com ensino médio da educação estadual.

28/06/2021 15h59 Atualizada há 4 meses
Por: Redação
O que pode ser feito com 128 milhões de reais em 4 meses?

 

Em 4 meses, mais especificamente, de janeiro a abril de 2021, o Estado do Piauí gastou, entre despesas de manutenção e investimento, 123 milhões para melhorar o transporte, o que inclui as modalidades rodoviária e ferroviária.

Por outro lado, nesse mesmo período, o nosso dinheiro custeou 128 milhões da farra da Assembleia Legislativa.

Que a ALEPI é a Casa Legislativa menos transparente do Brasil todos já sabemos. Que os serviços que presta à sociedade pouco acrescem ao nosso Estado, também. Além do custo alto, os Deputados Estaduais se negam a prestar contas das verbas indenizatórias e da composição dos seus gabinetes.

Pagamos uma folha salarial mensal de mais de 23 milhões de reais, que já denunciamos ao TCE-PI: é ilegal. O teto de gastos com pessoal está sendo extrapolado desde sempre pela ALEPI e nenhum órgão de controle agiu para conter esse absurdo. Brigaremos até a última instância pela adequação da folha da ALEPI aos limites legais.

Mas, além do limite legal, deve-se discutir também o limite moral: a sociedade está satisfeita em reverter 128 milhões do seu dinheiro para bancar privilégios de uma Casa Legislativa que é pouco efetiva e ver estradas em péssimo estado de conservação?

Será que a ALEPI poderia custar menos e mais recursos serem destinados à melhoria dos transportes, à duplicação de estradas, ao encurtamento de distâncias entre as cidades piauienses, estimulando o turismo e o desenvolvimento local?

Será que a verba indenizatória, que nem sabemos para onde vai, podia ser utilizada para melhorar a estrada que liga Barras a Batalha?

São essas reflexões que traremos à sociedade piauiense. Mostraremos como o nosso dinheiro está sendo utilizado, ilegalidades que encontramos e como podemos debater o orçamento para melhorar a vida dos cidadãos.

Os artigos de autoria dos colunistas não representam necessariamente a opinião do Custo Piauí.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
O Investigador Social
Sobre O Investigador Social
Saudações, piauienses. “O Investigador Social” é uma coluna publicada às quintas-feiras no Custo Piauí para mostrar ao cidadão piauiense, de forma bem simples, como os recursos do orçamento público são utilizados (mal utilizados) para acentuar desigualdades e manter privilégios em nosso Estado, apresentando despesas absurdas realizadas com nosso dinheiro e tentando mostrar como esses valores poderiam ser aproveitados para, de verdade, melhorar a vida das pessoas.
Teresina - PI
Atualizado às 13h10 - Fonte: Climatempo
33°
Nuvens esparsas

Mín. 25° Máx. 35°

37° Sensação
9 km/h Vento
53% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens
Quarta (27/10)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 38°

Sol e Chuva
Mais lidas
Ele1 - Criar site de notícias